WILLIAMS DE 1979, CHASSI FW07/01 VAI A LEILÃO

Por 12/03/2018 ÀS 09:56
WILLIAMS DE 1979, CHASSI FW07/01 VAI A LEILÃO

Principal especialista em vendas de carros de corrida online, tem o prazer de oferecer à venda por leilão, um carro único de Fórmula 1 único de Grande Prêmio, totalmente restaurado e pronto para a pista.

O carro é o Williams Formula 1 (#27 de 1979), número de chassi FW07/01, no qual Alan Jones ganhou o Grande Prêmio da Holanda de 1979.

O leilão para ofertas é através do site: http://auctions.racecarsdirect.com/#!/auctionDetails/34 e as licitações serão concluídas às 17:00h do último sábado 31 de março.

O FW07 foi a primeira tentativa da Williams no Grand Prix Engineering em um carro com efeito solo. Este exemplar, FW07/01, correu oito vezes em 1979, nas mãos de Alan Jones e Clay Regazzoni, com Jones reivindicando vitória no GP holandês em Zandvoort.

O FW07/01 passou a correr em 1980 no Aurora AFX British F1 Championship, com quatro póles e três vitórias. Eliseo Salazar garantiu duas vitórias, enquanto Emilio de Villota também pegou a bandeira quadriculada.

Após este período e várias outras corridas, o FW07/01 foi exibido como parte da Williams Grand Prix Collection, uma das maiores coleções particulares de carros de Fórmula 1 no mundo. O FW07/01, juntamente com o seu carro irmão FW07/02, ocupou um lugar privilegiado em uma coleção que abrange toda a história da equipe Williams de Formula 1.

Em 2013/2014, o carro sofreu uma restauração completa e com John Cadd da JC Historics. Cadd começou sua carreira na Williams em 1979, coincidentemente ao mesmo tempo que FW07/01 fez sua estréia. Ele foi inicialmente parte da equipe de teste, antes de se tornar parte da equipe de corrida. Cadd continuou com esse papel até assumir a custódia da Williams Grand Prix Collection, onde ele continuou a fazer nos próximos dez anos. O projeto de restauração levou mais de 1.000 horas-hora e FW07/01 foi cuidadosamente restaurado o mais próximo possível da especificação original, em alguns casos com peças originais da Williams. Quando as peças originais não estavam disponíveis, os itens de reposição foram fabricados com os padrões mais altos de corrida, usando desenhos ou modelos originais.

O motor e a caixa de velocidades foram completamente reconstruídas pelos especialistas Geoff Richardson Engineering e BPA Engineering Ltd e o carro agora usa a librea que correu, quando Jones e FW07/01 ganharam sua primeira corrida juntos em Zandvoort em 1979. Agora, totalmente restaurado e alimentado pelo omnipresente motor Cosworth DFV (V8) patrocinado pela Ford, o # 27 FW07/01 está de volta à pista de onde pertence, para que outros possam admirar este carro verdadeiramente histórico - como foi o caso ao longo de três décadas atrás.

Em 2 de junho de 2017, o FW07/01 foi convidado para debutar em Silverstone, e marcar 40 anos da Williams. Em frente a mais de 50 mil espectadores, o FW07/01 alinhava junto com outros carros icônicos da história da Fórmula 1 da equipe. Começando com o primeiro carro da Williams, o Patrick Neve, seguido do FW06 e do FW07 (este carro é um dos dois convidados para participar do evento), culminando no Massa/Stroll 2017 FW40, alguns dos 18 carros de todos os alinhados no paddock The Wing.

Em um dia em que o FW07/01 levou a pista ao lado de carros como o FW08B de seis rodas, o FW14B de Nigel Mansell em 1992 e o FW40, o FW07/01 tomou o lugar como parte da herança única que apenas uma equipe Williams pode oferecer.

ESPECIFICAÇÃO
FAZER: Williams Grand Prix Engineering Ltd.
TIPO: Fórmula 1.
MODELO: FW07. Chassis número FW07 / 01.
ANO: 1979.
TIPO DE MOTOR: Ford Cosworth DFV V8; quatro tempos; Configuração V (reconstruída por Geoff
Richardson Engineering em 2013).
NÚMERO DO MOTOR: DFV 20.
CAPACIDADE DO MOTOR: 2993cc
BHP / TORQUE: 462.5hp @ 8,000rpm / 275nm @ 10 000 rpm.
CHASSIS: 0,45 em favo de mel de aviação, com peles exteriores de alumínio de calibre 22.
SUSPENSÃO: molas helicoidais; top rocker; infertilidades inferiores; amortecedores internos.
CAIXA DE VELOCIDADES: Hewland FGA-002 de cinco velocidades (reconstruído pela BPA Engineering Ltd em 2013.
Bobina de ignição.
INJECÇÃO: Lucal [mecânica].
LUBRIFICAÇÃO: refrigerador de óleo de cárter seco, reconstruído em 2013 pela Serck Motorsports.
CÉLULA DE COMBUSTÍVEL: célula de combustível única Aero Tec Labs (ATL) para FIA Standard FT-3.5-1999.
FREIOS: discos hidráulicos dianteiros e traseiros.
DIRECÇÃO: cremalheira e pinhão de magnésio; Volante de dez polegadas por pessoal.
RODAS: Magneto de titânio fundido Dymag.
CORPO: fibra de vidro com seções de favo de mel de alumínio para a baía do motor; caixa de saia vertical com
Pele exterior em favo de mel interna e espuma de carbono-espuma.
Segurança: sistema extintor Lifeline.
Distância entre eixos: 2,692mm.
Trilha: frente 1,738mm; traseira - 1.600mm.
Peso: aproximadamente 575kg.
Restauração: 2013-2014.

HISTÓRIA
Long Beach, 8 de abril de 1979
Exibição estática

Jarama, 29 de abril de 1979
Motorista: Alan Jones [Austrália]
Qualificado: 13º - 1m 16s
Resultado: aposentado [seleção de marchas]

Zolder, 13 de maio de 1979
Motorista: Alan Jones [Austrália]
Qualificado: 4º - 1m 21s
Resultado: aposentado [Electricidade]; Levou o GP

Silverstone, 14 de julho de 1979
Motorista: Alan Jones [Austrália]
Qualificado: 1º - 1m 11s
Resultado: aposentado [bomba de água]; Pólo; Levou o GP

Osterreichring, 12 de agosto de 1979
Motorista: Clay Regazzoni [Suíça]
Qualificado: 6º - 1m 35s
Resultado: 5º (+1) - 1h 28m 26s

 

Por: Newmotors