MOTOVELOCIDADE: BRASILEIRO BOB KELLER COMEÇA ICGP 2019 COM DOIS PÓDIOS EM VALENCIA

Por 15/03/2019 ÀS 05:54
MOTOVELOCIDADE: BRASILEIRO BOB KELLER COMEÇA ICGP 2019 COM DOIS PÓDIOS EM VALENCIA

O brasileiro Bob Keller começou bem a temporada 2019 do ICGP (International Classic Grand Prix, campeonato mundial para motos de GP clássicas). A bordo de uma Yamaha 250 TZ L, ele subiu duas vezes ao pódio na etapa de abertura realizada em Valencia, na Espanha. Keller foi terceiro colocado na primeira corrida e segundo na seguinte. Com esses resultados, começa o ano na vice-liderança do campeonato da categoria 250 cm³.

Realizada sob clima de verão em pleno inverno europeu, a etapa ofereceu um desafio aos pilotos, que correram sob temperaturas de até 35 graus. O outro desafio foi evitar uma mancha de óleo deixada no asfalto entre o fim da reta dos boxes e a primeira curva durante uma corrida de carros clássicos incluída na programação. “Os comissários jogaram pó para absorver o óleo, mas não era nada confortável passar por cima dele”, afirma Keller, que alinhou em terceiro lugar na 250 cm³.

Prova 1:

A primeira corrida teve vitória do belga Yves Hecq na 250, com Stefan Tennstädt em segundo e Keller em terceiro. A corrida terminou após sete das dez voltas previstas. O britânico Antony Hart, campeão da 350 cm³ em 2018, liderava com boa vantagem quando seu câmbio quebrou, perfurando o cárter. O óleo vazou na frente da roda traseira, provocando um forte tombo. A corrida foi paralisada para atendimento ao piloto e a vitória ficou com o francês Jean-Paul Lecointe após uma disputa acirrada com o sueco Peter Linden. O pódio da 350 foi completado pelo britânico Richard Peers Jones.

Na segunda corrida, Yves Hecq abandonou na primeira volta devido a um vazamento de água causado pela tampa do radiador mal fechada. Isso deixou o caminho da vitória livre para Stefan Tennstadt. Bob Keller precisou lutar muito com o francês Bernard Tabarly e conquistou o segundo lugar na penúltima volta. Com a ausência de Antony Hart, a 350 teve o mesmo pódio da primeira corrida, com Lecointe à frente de Linden (que correu as duas provas contundido devido a um tombo nos treinos) e Peers Jones.

Prova 2:

“É claro que estou muito contente com estes resultados. Também gostei muito da pista. Tem uma reta enorme e um miolo bastante travado, mas ‘redondo’, sem curvas de ângulo reto. Além de tudo, fomos extremamente bem recebidos pelos espanhóis. Foi um ótimo começo de temporada para mim, e os abandonos acabaram deixando o campeonato imprevisível”, analisa Keller, que volta a correr no ICGP nos dias 10, 11 e 12 de maio no circuito de Paul Ricard, na França.

Por: LetraNova Comunicações