HONDA CB 1000R PARA SE EMOCIONAR

Por 22/06/2019 ÀS 08:25
HONDA CB 1000R PARA SE EMOCIONAR

Para quem gosta de uma moto “naked”, com aquela posição mais tradicional de pilotagem, e quer potência e esportividade ela é uma boa opção. Para quem cansou das super esportivas, que tem posição de dirigir mais radical, com o corpo mais curvado, ela é uma boa opção. Para quem vem subindo de cilindrada gradualmente, e sempre usou motos chamadas “street” ela é a top e um ótimo estágio para pegar depois uma super esportiva de 1000 cc.

Ela é bonita, moderna, bem acabada, cheia de tecnologia e chama atenção, é a Honda CB 1000R que a marca denomina o estilo como uma Neo Sport Café. Produzida em Manaus, AM, ela tem motor de 998 cc, 4 cilindros, 141,4 cavalos de potência, 10,2 kgfm de torque, câmbio de 6 velocidades e gasolina como combustível. Na suspensão os garfos dianteiros são invertidos e mono amortecimento na traseira numa balança monobraço. Ótimos freios a disco com sistema ABS e quando você faz uma freada forte, uma freada de emergência, o pisca alerta é acionado automaticamente. O farol de LED tem ótima luminosidade e os piscas dianteiros ficam sempre acessos para melhorar ainda a visibilidade. Em todos os lugares onde parei essa moto os comentários sobre o design foram elogiosos mas teve gente achando a ponteira do escapamento exagerada mas isso é por causa do catalizador para atender as leis anti poluição. Já o pequeno para lama traseiro com o conjunto de suporte de placa e lanternas caíram no gosto da turma, uma solução bem legal.

Acelerando a CB 1000R se percebe toda a tecnologia. A CB 1000R tem acelerador eletrônico muito preciso e o sistema HSTC – Honda Selectable Torque Control que possui as opções Sport, Standard, Rain e User. São três níveis de entrega de potência, do torque e do acionamento do freio motor e ainda um que desliga tudo e você monitora esses três parâmetros no painel aos mesmo tempo que luzes de LED indicam no painel a sua opção. Fique esperto porque o modo Sport a luz é vermelha para alertar que a potência e torque entram muito rápido enquanto no modo Rain, chuva, a entrega é suave mais para evitar derrapagens na arrancada e escorregadas nas saídas das curvas. A posição de dirigir faz com que o piloto fique inclinado, mais pra cima do guidão, e ajuda na distribuição do peso dando ótimo equilíbrio nas curvas ajudando na estabilidade. Já o garupa tem as pedaleiras mais elevadas o que obriga a andar com os joelhos muito dobrados.

Para curtas distância o garupa até atura mas se for com a namorada para uma viagem aconselho que ela tenha dimensões reduzidas para encaixar melhor no banco e ter as pernas menos dobradas. Isso para uma daquelas viagens de bate e volta porque essa moto não tem nenhum local para se colocar alguma bagagem porque ela foi feita para o condutor se divertir, sem garupa, curtindo uma arrancada ou outra e se emocionar nas curvas. O motor tem um bom torque em baixa, andando em 6ª marcha a 60 km/k ele esta próximo dos 2000 giros e quando a gente acelera ela surpreende. Em vias mais expressas mantendo os 90 km/h o motor esta apenas a 4000 giros com um barulho gostoso e pronto para assumir velocidade maiores rapidamente, isso no modo Standart, e a faixa vermelha é a 12.000 RPM. Passeando pelo Rio de Janeiro consegui consumo de 16 km/l mas dando umas boas arrancadas e exagerando no acelerador esse consumo caiu para 13 km/l segundo o computador de bordo do painel digital, que tem muita informação e boa visibilidade. A Honda CB 1000R custa R$60.900 e são 3 anos de garantia, sem limite de quilometragem. Tem ainda o Honda Assistance com serviço gratuito por todo o período da garantia e cobertura que abrange o Brasil, Chile, Argentina, Uruguai, Paraguai e Bolívia.

100 ANOS DA CITROËN

A Citroën do Brasil marcou as comemorações dos 100 anos da marca com um evento em São Paulo que reuniu diversos modelos clássicos que pertencem a colecionadores. As raridades e os modelos atuais fizaram um passeio que chamou a atenção de todos por onde passava e o percurso foi do Parque do Ibirapuera até a sede do Jockey Club. A marca aproveitou a data festiva para lançar a série especial “100 Anos” dos modelos C4 Cactus, Aircross, C3 e C4 Lounge. Serão 550 unidades com detalhes exclusivos e preço especial. Ana Theresa Borsari, que comanda a marca no Brasil, ressaltou que a marca começa agora uma nova história para os próximos 100 anos tendo o atendimento ao cliente como uma das grandes prioridades para apagar pontos negativos do passado da marca no Brasil. Parabéns para a Citroën !

FATOS RELEVANTES:

* Pensando na semelhança das paixões que têm os surfistas e motociclistas por suas atividades, a Harley-Davidson Motor Company se aproximou da WSL, Liga Mundial de Surfe, e fechou um patrocínio global para 2019. Essa parceria gira em torno da conexão emocional compartilhada de “mente, corpo e alma” que se sente ao surfar e ao pilotar uma motocicleta Harley-Davidson, que entre si compartilham a liberdade e a atitude

* O piloto multi campeão Antônio Jorge Neto, o Netinho, conquistou muitas vitórias e títulos no motociclismo e no automobilismo e agora é seu filho Thiago Mendes Nunes que esta acelerando no kartismo. O piloto de Campinas na 3ª Etapa do Campeonato Regional já conquistou a pole e venceu e agora esta participando do disputadíssimo Campeonato Paulista.

* Segundo um levantamento realizado pelo Procon neste mês, até o dia 18 de junho de 2019 foram abertas 64 campanhas de recall, número similar se comparado com o mesmo período do ano passado. Problemas em airbags nos freios e no sistema de combustível ou motor são os principais motivos para abertura dessas ocorrências pelas montadoras. Em 2018 foram totalizadas 137 campanhas preventivas, e desde 2002 totalizaram 1451. O recall é um procedimento previsto no Código de Defesa do Consumidor para garantir, de forma gratuita, que as empresas sejam responsáveis por consertar equipamentos automotivos com defeitos de fabricação que possam colocar em risco a saúde ou a segurança dos consumidores e da população em geral.

Por: João Mendes